17 de maio de 2018 - Fonte: Fundec - Fotógrafo: Assessoria Unifadra/Fundec
Medicina de Dracena foi destaque no CAMESP 2018
No feriado de 1º de maio, os alunos de Medicina da Unifadra retornaram da cidade de Itápolis-SP, de onde participaram por 3 dias do CAMESP (Campeonato de Medicina de São Paulo). A equipe de Dracena conquistou o terceiro lugar no ranking geral do campeonato.

O evento contou com a participação de outras cinco faculdades do estado, dentre elas: Faculdade Albert Einstein, Universidade São Caetano do Sul - Bela Vista, e as faculdades de São Bernardo do Campo, Mauá e Guarulhos, da Universidade Nove de Julho, que competiram entre si nas modalidades: futsal, basquete, voleibol, handebol e desafio de bateria.

Segundo a vice-presidente da Atlética da Medicina da Faculdade Unifadra, Taís Polidoro, no desafio de baterias, Dracena se destacou obtendo a 3º colocação, diferindo por pouquíssimo das duas primeiras.

O evento, que teve duração de 3 dias, foi organizado por uma empresa do ramo de eventos esportivos e interativos, juntamente com as Atléticas de cada faculdade, que se empenharam e trabalharam para proporcionar a integração entre os estudantes de medicina e difundir o incentivo à prática de esportes.

A Atlética de Medicina de Dracena, mesmo com apenas um ano de existência, tem se destacado pelos projetos realizados até agora. “Foi uma das fundadoras do CAMESP, e pretende empenhar-se ainda mais para manter os alunos e associados da Atlética ainda mais envolvidos com os futuros projetos”, comentou Taís Polidoro.

Fundada por um grupo de estudantes de medicina da primeira turma, em 2017, a Associação Atlética constitui-se de uma empresa de caráter desportivo universitário autônomo, recreativo e educacional, sem cunho político ou partidário, formada pelos alunos do próprio curso, que têm por objetivo difundir a prática e o interesse pelo esporte em geral entre os acadêmicos da faculdade de Medicina da Unifadra, visando ao bem estar, lazer e à interação deles. “A Associação se mantém através de contribuições dos próprios estudantes associados, promoções e eventos”, destacou Polidoro.

A participação no CAMESP é importante para que os alunos de Medicina vistam a camisa da Unifadra e sejam reconhecidos perante outras faculdades de Medicina do país, visando também à troca de experiências acadêmicas entre os alunos deste meio.

“Sem dúvida fundar esse campeonato é uma honra, conquistar pódio também. Sendo tudo isso fruto do trabalho e empenho da equipe fundadora e da equipe que está até hoje tomando a frente da Atlética.

Temos muito orgulho de trabalhar pelo nosso time, a Medicina com certeza se tornou uma família, e a atlética nos une ainda mais. Continuaremos firmes nos treinos e nos estudos, para que no próximo possamos nos destacar ainda mais e honrar essa família que é a Atlética de Medicina.

Além disso, pretendemos dar continuidade aos nossos trabalhos filantrópicos e eventos para promoção da atlética, e para isso contamos com a ajuda de todos: alunos, professores, coordenadores, diretores e também de toda a população de Dracena”, finalizou Taís Polidoro.

Fundec/Unifadra