10 de outubro de 2020 - Fonte: G1 - Fotógrafo: Polícia Militar Ambiental
Conforme o laudo médico veterinário, o cachorro desnutrido, desidratado e com anemia profunda
Caso foi registrado nesta sexta-feira (9), em Dracena, durante a Operação Francisco de Assis da Polícia Militar Ambiental.

A Polícia Militar Ambiental multou em R$ 6 mil uma mulher de 34 anos por maus tratos a um cachorro, nesta sexta-feira (9), em Dracena. De acordo com a corporação, o animal chegou a ser resgatado, mas morreu por conta do estado crítico de saúde.

Ainda segundo a polícia, durante a Operação Francisco de Assis, a equipe recebeu uma denúncia e chegando ao local indicado foi informada de que o cão já tinha sido resgatado por uma entidade assistencial e levado para uma clínica veterinária.

Quando os policiais chegaram nesta clínica, o cão já havia morrido. Conforme o laudo médico veterinário, as causas da morte do animal foram desnutrição, desidratação e anemia profunda.

“Diante das constatações foi elaborado em desfavor da envolvida, uma mulher de 34 anos, um auto de infração ambiental por maus tratos a animais no valor de R$ 6 mil conforme artigo 29 da Resolução SMA 48/2014”, afirmou a Polícia Ambiental.

A corporação ressaltou que em casos de maus tratos o valor da multa é de R$ 3 mil por animal. Contudo, neste caso, foi elaborada a multa em dobro pelo fato do animal ter vindo a óbito.

Penalmente a infratora infringiu o artigo 32 da Lei nº 9605/98.

G1