11 de outubro de 2018 - Fonte: Portal Regional - Fotógrafo: Divulgação

A microrregião de Dracena estão as rodovias: Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294); General Euclides de Oliveira Figueiredo (SP-563) e a Júlio Budisk (SP-501).

Começa hoje, 11, a Operação Nossa Senhora Aparecida 2018 nas rodovias administradas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) que dão acesso ao Litoral, Oeste Paulista e região serrana de Campos do Jordão. O encerramento será às 24h de domingo, 14. Além da tradicional intensificação das atividades operacionais, tais como monitoramento de tráfego e fiscalização, nesta operação será estabelecido um esquema de gerenciamento especial para prevenção de eventuais ocorrências que envolvam causas naturais, como alagamentos ou deslizamentos de terra.

Integram a Operação Nossa Senhora Aparecida 2018 as rodovias Manoel Hyppólito Rego (SP 055), Padre Manoel da Nóbrega (SP 055), Dom Paulo Rolim Loureiro (SP 098), Oswaldo Cruz (SP 125), Floriano Rodrigues Pinheiro (SP 123) e Raposo Tavares (SP 270).

Na microrregião de Dracena estão as rodovias: Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294); General Euclides de Oliveira Figueiredo (SP-563) e a Júlio Budisk (SP-501).

Horários de maior movimento

Já era aguardada grande movimentação de veículos já a partir das 18h de hoje, 11. O movimento deverá permanecer intenso durante a noite e início da madrugada. Amanhã, 12, das 9h às 20h, o tráfego deverá ser intenso. Já no sábado, a movimentação começa a aumentar após o horário do almoço por volta das 14h, permanecendo até as 22h. No retorno no domingo, 14, o fluxo de veículos deverá ser alto das 9h às 24h.

Apoio Operacional

Durante a Operação Nossa Senhora Aparecida 2018: Serão disponibilizados aproximadamente 600 profissionais que trabalharão em esquema de plantão para que os impactos do alto fluxo de veículos sejam minimizados. Com isso, a prestação de serviços e informações aos usuários será ampliada e garantirão um eficiente atendimento nas rodovias, com socorro mecânico, guincho e monitoramento.

Também estarão disponíveis 80 viaturas de inspeção, 140 guinchos (entre leves e pesados), 20 caminhões pipas, 123 veículos de apoio e 21 veículos de apreensão de animais. Para o monitoramento das rodovias serão utilizadas 56 câmeras de CFTV fixas e móveis, 37 equipamentos de análise do tráfego e 55 painéis de mensagens variáveis, que trarão informações educativas como não dirigir usando o telefone celular. 

Por Carlos Volpi da Redação
Portal Regional
(Com informações do Departamento de Estradas e Rodagens)