17 de julho de 2017 - Fonte: Portal Regional - Fotógrafo: Divulgação
Sintomas da hepatite: doença é considerada grave problema de saúde pública no Brasil
No período de férias escolares, o Centro de Saúde intensificará a divulgação da vacina contra a hepatite B

Instituído pela Organização Pan-Americana da Saúde, o “Julho Amarelo”, visa conscientizar a população sobre a importância da prevenção, diagnóstico e tratamento das Hepatites Virais B e C.

Em Dracena, de acordo com informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura, os testes para detectar as Hepatites B e C, são realizados no laboratório do Centro de Saúde, Takashi Enokibara. Por mês são realizados em média 120 exames, número que vem se mantendo há algum tempo.

Conforme a Assessoria da Prefeitura, a coleta do material (sangue e urina) é realizada no laboratório de segunda a sexta-feira, das 7h às 9h. Como o exame é feito a partir de solicitação médica, quando o paciente recebe o resultado ele o apresentará ao médico solicitante que irá encaminhá-lo para tratamento ao serviço de referência.

“O laudo com resultado do exame fica pronto em sete dias em média, ou de acordo com a urgência”, informa a enfermeira do Centro de Saúde, Karina Akiyama. Além do pedido do exame o paciente deve apresentar a carteira de identidade (RG) e o cartão nacional do SUS.

No período de férias escolares, a Assessoria ressalta que o Centro de Saúde intensificará a divulgação da vacina contra a hepatite B. A divulgação será pela mídia local e durante o trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde.

VACINA - Ainda de acordo com a Assessoria da Prefeitura vacina está disponível de forma rotineira no Centro de Saúde durante todos os dias da semana, das 7h às 15h, para todas as faixas etárias e para a imunização devem ser tomadas três doses.

As hepatites virais são doenças provocadas por diferentes vírus que apresentam características epidemiológicas, clínicas e laboratoriais distintas. O Ministério da Saúde estima que existam 1,7 milhões de brasileiros portadores do vírus da hepatite C e 756 mil portadores do vírus da hepatite B, sendo que muitos não sabem que têm estes vírus.

PREVENÇÃO- Para evitar a doença deve-se tomar as três doses da vacina, usar camisinha em todas as relações sexuais e não compartilhar objetos de uso pessoal, como lâminas de barbear e depilar, escovas de dente, material de manicure e pedicure, equipamentos para uso de drogas, confecção de tatuagem e colocação de piercings.

Toda mulher grávida precisa fazer o pré-natal e os exames para detectar a hepatites, a aids e a sífilis. Esse cuidado é fundamental para evitar a transmissão de mãe para filho.

O QUE É ? - Grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo, a hepatite é a inflamação do fígado. Pode ser causada por vírus, uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, além de doenças autoimunes, metabólicas e genéticas.

É uma doença silenciosa que nem sempre apresenta sintomas, mas quando aparecem podem ser cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

No Brasil, as hepatites virais mais comuns são as causadas pelos vírus A, B e C. Portadores do vírus B ou C, correm o risco de as doenças evoluírem (tornarem-se crônicas) e causarem danos mais graves ao fígado como cirrose e câncer. Por isso, é importante ir ao médico regularmente e fazer os exames de rotina que detectam a hepatite.

Portal Regional